Objetiva - Empreendedorismo em foco
Projeto de capacitação de empresários do setor audiovisual
Sebrae
Apro
efetue seu log-in:

Notícias

22/052014
14h07
Projeto de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual
A APRO (Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais) e o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) realizam workshop de apresentação do Projeto de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual, voltado às produtoras de micro e pequeno portes de todo o País. Após passar pelo Rio de Janeiro e São Paulo, o evento chega a Curitiba nos dias 27 e 28 de maio, das 9h30 às 17h30, no Hotel Pestana, localizado na Rua Comendador Araújo, 499. O projeto conta com a parceria do SIAESP (Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo) e da ABPITV (Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão).

O workshop terá a abertura institucional de Odete Cruz, Gerente Executiva de Capacitação da APRO, que explicará sobre a metodologia do Projeto de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual. Na sequência, Débora Mazzei, Analista Técnica da Unidade de Atendimento Coletivo – Serviços - do SEBRAE, explanará sobre a atuação da entidade no mercado.

Erick Krulikowski, consultor em Gestão de Negócios Audiovisuais, abordará no primeiro dia do evento questões sobre empreendedorismo, plano de negócios criativos, desenvolvimento e modelagem de negócios e ferramentas de gestão. O profissional tem 15 anos de experiência em gestão executiva de projetos e negócios nas áreas de cultura e educação, com ênfase em plano de negócios, planejamento estratégico, administração financeira, captação de recursos e desenvolvimento institucional. Assessor de Estratégia de Negócios e Cooperação Internacional do Polo Audiovisual da Zona da Mata/MG, Krulikowski é professor convidado do MBA de Bens Culturais da FGV e do pós-MBA do BI International, além de sócio diretor da iSetor.

No dia 28 de maio haverá um seminário com Deborah Calla, produtora, escritora e roteirista brasileira, que reside há 19 anos em Los Angeles, nos Estados Unidos, sobre roteiro e a importância da relação entre o produtor e o roteirista para o desenvolvimento de pilotos para televisão e cinema. Os tópicos abordados na apresentação de Deborah abrangem como trabalhar com um roteirista, estrutura de longa-metragens, estrutura de seriado de televisão, “writer’s room” (TV), novos modelos, transmídia, “loglines e pitching”, ferramentas de vendas e “packaging”.

Deborah Calla é diretora do comitê de diversidade do Producers Guild of America, membro do sindicato de roteiristas americanos Writers Guild of America (WGA) e produtora de um dos mais bem sucedidos workshops daquele país: The Producers Guild of America Power of Diversity Workshop. A profissional também já produziu eventos com a presença e participação de Shonda Rhimes (Grey’s Anatomy, Scandal), Vince Gilligan (Breaking Bad), Conchata Ferrell (Two and a Half Men), Jimmy Kimmel (Late Night With Jimmy Kimmel), entre outros.

O workshop tem entrada gratuita e vagas limitadas com inscrições até 26 de maio pelos e-mails regina@apro.org.br e paulasanches@apro.org.br. Depois de Curitiba, estão previstos workshops similares do Projeto de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual nas cidades de Salvador e Belo Horizonte, em datas e locais ainda não definidos.

Projeto de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual

Lançado em outubro do ano passado, o Projeto de Capacitação de Empresários do Setor Audiovisual busca oferecer às produtoras do audiovisual cursos de capacitação em gestão empresarial, distribuição, formatação de projetos para leis de incentivo e editais, roteiro, desenvolvimento de projetos transmídia, aspectos jurídicos para direitos autorais, modelos de contratos referenciais, entre outros conteúdos. O Projeto é aberto para todo o mercado de produção audiovisual nacional.

A iniciativa, que na primeira etapa deverá durar dois anos, é voltada não apenas a São Paulo e ao Rio de Janeiro, mas também Porto Alegre, Recife e Brasília. Além da capacitação das produtoras, será feito uma pesquisa de mapeamento nacional do setor, para diagnosticar a realidade do mercado de produção em todo o Brasil, com suas ameaças e oportunidades.

SOBRE O SEBRAE

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas –SEBRAE – é uma entidade privada sem fins lucrativos criada em 1972. Tem por missão promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo, para fortalecer a economia nacional. Por meio de parcerias com os setores público e privado, o SEBRAE promove programas de capacitação, estímulo ao associativismo, desenvolvimento territorial e acesso a mercados. Trabalha pela redução da carga tributária e da burocracia para facilitar a abertura de mercados e ampliação de acesso ao crédito, à tecnologia e à inovação dos pequenos negócios. Parte deste esforço ganhou visibilidade com a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/06). A lei estabeleceu um ambiente que favorece o crescimento dos pequenos negócios. A legislação contabiliza avanços especialmente no Simples Nacional (Supersimples) e no incentivo à formalização do Microempreendedor Individual (Lei Complementar 128/08).
Outro dispositivo, o de Compras Governamentais, beneficiou o segmento por representar um nicho de negócios fundamental ao aumento do faturamento e da competitividade dos pequenos negócios. Essas ações reforçam o papel do SEBRAE como indutor do empreendedorismo e revelam a importância da formalização para a economia brasileira.

SOBRE A APRO

A APRO – Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais atua em nome da indústria audiovisual brasileira há 40 anos, centrando seus esforços no fortalecimento do segmento e na qualificação de suas empresas através do estabelecimento de padrões de ética e qualidade para o mercado. Há mais de 10 anos a APRO também tem empreendido um trabalho de fortalecimento da capacitação técnica na indústria do audiovisual no País, o que inclui a produção digital para exibição ou veiculação em plataformas multimídias, como TV, cinema, internet e mobile.
Leia a matéria na íntegra Fonte: Jornal do Ônibus de Curitiba